MENU

Swell Construções: blog com notícias do mercado imobiliário

Fique por dentro das principais notícias do mercado imobiliário.

Voltar para o Blog

5 curiosidades sobre o bairro Água Verde

Água Verde. É o nome de um ribeirão, hoje canalizado, em torno do qual a partir do século XIX se formou uma das áreas urbanas mais emblemáticas de Curitiba. Não à toa muitos curitibanos almejam um dia morar no bairro, homônimo ao ribeirão propriamente dito. Por isso, listamos aqui 5 curiosidades sobre o bairro Água Verde.

A primeira delas está justamente na origem da localidade. Inicialmente, no século XIX, a ocupação se deu por imigrantes, italianos em sua maioria. À época, as famílias chegavam e viviam em chácaras, cortadas pelo ribeirão de águas esverdeadas, em razão da presença de algas e outros materiais orgânicos. Dessa forma, a referência à região se tornou esta: “a do Água Verde”.

O maior IDH de Curitiba

Duzentos anos depois, e o Água Verde é bem diferente daquela zona rural de dois séculos atrás. Atualmente, o bairro é o que possui o maior Índice de Desenvolvimento Humano de Curitiba, de 0,956. Isto é, índice de país desenvolvido – quanto mais perto de 1, mais próximo do desenvolvimento pleno.

Tanto é assim que uma reportagem do site da revista Exame incluiu o Água Verde entre os bairros de cidades brasileiras “que poderiam estar na Noruega”. Ou seja, com IDH semelhante ao do país que é referência mundial em desenvolvimento humano.

Um bairro de muita história

Com essa trajetória que vai de um núcleo rural ao bairro mais desenvolvido de Curitiba, o bairro Água Verde guarda também muita história.

Por exemplo, lá está um dos cemitérios mais tradicionais da cidade – o Cemitério Água Verde. Aliás, nele estão os jazigos de personalidades como o artista Poty Lazzarotto (1924-1998) e a médica pediátrica Zilda Arns (1934-2010), que fundou a Pastoral da Criança e em 2006 foi indicada ao Prêmio Nobel da Paz.

Igualmente, destaque para a presença no bairro do Estádio Joaquim Américo, sede Club Athletico Paranaense. Paixões clubísticas à parte, o fato é que nessa praça esportiva se deram momentos importantes na história do futebol. Inclusive, o estádio – conhecido como Arena da Baixada – recebeu jogos da Copa do Mundo realizada no Brasil em 2014.

Muito verde

No passado, o tom esverdeado do ribeirão fazia jus ao nome Água Verde. Agora, é a arborização de ruas e amplas praças que torna o bairro “verde”.

Um desses locais de muita sombra para lazer e atividades físicas é a praça em frente ao próprio Estádio Joaquim Américo, a Praça Afonso Botelho. Mas não só. A Praça do Japão, que marca a divisa entre o Água Verde e o Batel, é atração turística, inclusive, por suas cerejeiras e por seu jardim.

Ademais, tanto grandes corredores viários como das avenidas Getúlio Vargas, Silva Jardim, Iguaçu, como ruas internas do bairro são aprazíveis para caminhadas exatamente pela sombra que a farta arborização proporciona.

Investimentos imobiliários

Ora, diante dessas qualidades elencadas, surge uma quinta curiosidade do bairro Água Verde: está na preferência dos curitibanos em busca de imóveis.

Para se ter uma ideia, vale conferir este dado de uma pesquisa da Associação dos Dirigentes das Empresas do Mercado Imobiliário no Paraná (Ademi-PR) e Brain Inteligência Estratégica: o Água Verde liderou, em 2021, a lista dos bairros de Curitiba com maior número de lançamentos de unidades residenciais.

Da mesma forma, figura entre os três com maior quantidade de anúncios para locação por Airbnb, também segundo levantamento da Brain para a Ademi-PR.

Le Sense

Assim, não poderia ser diferente: a Swell dispõe de empreendimentos no bairro. O mais recente deles, em construção e com unidades disponíveis, é o Le Sense.

O Le Sense fica na Rua Dom Pedro I, 858, perto do Clube Curitibano (outra referência do Água Verde) e da ampla rede de serviços como estabelecimentos comerciais, de saúde e educação, um dos pontos fortes do bairro.

O empreendimento tem itens de acabamento e decoração das áreas comuns e apartamentos inspirados no hotel de luxo Bellevue, que fica na Croácia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assuntos relacionados